KNK-FANSUB

face

Hoje o post é sobre um dos mais antigos fansubs brasileiros em atividade, e também, um dos mais desconhecidos. XD
Hora de conhecer o KNK Fansub.
O mundo se recuperava das previsões apocalípticas da época, Naruto ainda não existia, o estúdio Pierrot ainda não era um lixo, e muitos de vocês ainda não tinham nascido.
Em meio a tantos acontecimentos importantes, a internet caminhava lentamente em terras tupiniquins e o Acre ainda não havia sido descoberto pelos alienígenas franceses (consultar referência no filme “Kung Pow – O mestre da confusão”.).
No fim do ano 2001 nascia o que viria ser hoje, um dos mais antigos, e desconhecido fansub brasileiro. O KNK.
Fundado por um otaku que não tinha o que fazer

Como dito, o grupo foi fundado por um otaku desocupado, que atendia (e ainda atende) pelo nick de Capitão Caverna. Este ser era quem estava à frente do fansub, e após noites sem dormir, sem comer, e tomado pelo desespero de não conseguir pensar em um bom nome para o fansub, teve a brilhante ideia. Decidiu então que o nome seria Koshe no Koe. Posteriormente abreviado para um simples… KNK.

Pelo ano 2003 já era um grupo conhecido, e apesar de algumas críticas com relação aos encodes, tinha cerca de 300 usuários ativos todos os dias em seu canal de IRC #KNK@irc.rizon.net, vários bots para distribuição dos arquivos, além de tracker torrent próprio.
Por volta do ano 2005 alguns problemas afetaram o funcionamento do fansub. Com o passar dos tempos, o IRC já não era muito utilizado pois o Orkut (sim ele mesmo!) estava em seu auge, e os membros da staff já não tinham tempo para se dedicar a vida de fansubber.
Em 2007 já com raríssimos lançamentos, tracker fechado, e sem bots no canal o KNK toma um golpe fatal. O fundador e líder do grupo, Capitão Caverna, tem que se afastar por problemas pessoais, deixando o grupo nas mãos de Kentaro e se vai com a promessa de voltar algum dia.
De 2007 a 2009 o KNK esteve morto, a patir dai, Kentaro migrou o site do KNK para o wordpress.com e lá fazia alguns pequenos lançamentos sem nenhuma regularidade simplesmente para manter o grupo ativo.
Novembro de 2011, o KNK agora se aventurava na área dos scans e em parceria com o Hakusho Subs lançou Legendo of Zelda e mais alguns outros.
Tudo continuava parado até que dois novos membro se uniram a staff, eram eles Lucas Uchiha e Akai Kitsune. Tentaram a sorte com mangás mas a falta de experiencia acabou acabando (pleonasmo? o_o) com o projeto.

Em 2012 após ver o anúncio da animação de Blood Lad, Lucas Uchiha estava louco esperando pelo lançamento, e determinado a assumir o projeto, mas ele foi adiado para 2013. Já em 2013 com a confirmação do anime, Lucas Uchiha foi a procura de alguém para ajudar nos lançamentos e encontra o Moshi Moshi que aceitou a proposta e a partir dai, passou a trabalhar junto ao KNK no projeto. No fim de 2013 o KNK foi convidado a trabalhar novamente em parceria com o Moshi Moshi, dessa vez em Nisekoi e tudo correu bem.
Agora que vocês conhecem nossa história, vamos pensar no futuro. Nós queremos trabalhar em mais séries, porém em nenhuma temporada vemos animes realmente legais, os quais gritem para serem subados. Sem falar que todos andam sem muito tempo livre, mas depois de muita espera, pode ser que em setembro as coisas mudem…

Por fim, quero agradecer a todos que deram e ainda dão apoio ao KNK. O fansub não esta em uma fase boa, sabemos disso, mas por existir a tanto tempo, acabamos por criar um carinho especial por ele. Não queremos deixa-lo morrer e o apoio de vocês, nos da força para continuar.

No mais, obrigado a quem leu até aqui e nos vemos por ai. o/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s